Carta do diretor

O conservadorismo avança perigosamente na região latinoamericana. A vitória do candidato de extrema-direita Jair Bolsonaro não é um fenômeno isolado. Por trás, estão os setores mais conservadores das igrejas evangélica e católica. O mesmo ocorreu na Costa Rica, o país que até pouco tempo era conhecido por ser o “país mais feliz do mundo”, mas que quase elegeu um pastor homofóbico como presidente.

O documentário Gênero sob Ataque nos revela um plano que vem sendo realizado de maneira estratégica. Trata-se de um projeto levado à cabo por conservadores, através do qual estes vem ocupando cada vez mais posições de poder político para, desta forma, impor sua visão de mundo. Compartilham a visão que o homem heterossexual é superior. E esta é a visão que plantam nas escolas por todo o continente, opondo-a, de forma estretégica, ao que denominam ideologia de gênero. Este documentário mostra onde e como esses atores vêm operando.

Filmado no Peru, na Costa Rica, no Brasil e na Colômbia, este documentário de uma hora e dez minutos tem por objetivo informar a opinião pública e alertá-la de que nossos direitos fundamentais estão em risco e que devemos estar preparados, onde quer que estejamos, para resistir e defendê-los.

Jerónimo Centurión

pt_BRPortuguês do Brasil
es_PEEspañol de Perú pt_BRPortuguês do Brasil